MICO-PLEX

 120 CÁPSULAS DE 750 MG

Descrição: Uma combinação de oito plantas que foram documentados de forma independente com propriedades antimicoplasmas, acções antimicobacterianas e / ou antibacterianas.

Usos Tradicionais: Para micoplasmas e infecções micobacterianas; para a fibromialgia e outras doenças  auto-imunes.

Ingredientes: Physalis angulata, Schinus molle, Petiveria alliacea, clavillia (Mirabilis jalapa), macela (Achyrocline satureioides), fedegoso (Cassia occidentalis), picão preto (Bidens pilosa) e uva ursi (Arctostaphylos uva ursi)

Sugestão de uso: Tomar 3 cápsulas (650 mg cada) duas vezes ao dia.

Contra-Indicações: Nenhuma conhecida.

Interações medicamentosas: Nenhuma conhecida.

Precauções:

várias plantas desta fórmula foram documentadas como podendo baixar a pressão arterial em estudos com animais. Vigiar a pressão arterial durante a toma.
todas as plantas desta fórmula têm demonstrado efeitos antimicrobianos em estudos de laboratório. Aconselha-se a toma de probiosan e enzimas digestivas se a toma for superior a 30 dias.
existe a possibilidade de reacções de herxheimer. Aumentar a ingestão de líquidos 2 lt dia, ou começar com uma dose baixa e ir aumentando.
para doenças auto-imunes, com uma suspeita de infecção por micoplasma subjacente, esta fórmula é frequentemente combinada com Antifungi e Imumosuporte (2 cápsulas de cada fórmula 2-3 vezes ao dia) num ciclo de dois ou três meses.

Propriedades:

Physalis angulata demonstrou amplo espectro de acções anti-bacterianos e antimicobacterianos em testes laboratoriais contra Corynebacterium diphteriae, Klebsiella, Neisseria, Pseudomonas, Staphylococcus, Streptococcus, Spetrococus, Bacillus, bacilo da tuberculose; bem como, Mycobacterium intracellulare, M. malmoense, M. avium, M. kansasi  e M. tuberculosis .

Schinus molle tem demonstrado propriedades antibacterianas contra numerosas bactérias e duas patentes, utilizando óleo essencial dessa planta, foram concedidas para um medicamento bactericida tópica usado contra Pseudomonas e Staphylococcus para humanos e animais.

 Petiveria alliacea demonstrou propriedades antimicrobianas in vitro contra vários agentes patogénicos, incluindo Escherichia coli, Staphylococcus, Pseudomonas, Shigella, Mycobacterium tuberculosis, várias estirpes de fungos, e Cândida. Pesquisadores da Guatemala e da Áustria confirmaram as propriedades in vitro e in vivo contra várias cepas de protozoários, bactérias e fungos.

Clavillia Clavillia contém MAPS (mirabilis antiviral proteins) patenteadas por terem demonstrado específicas capacidades antivirais e antifúngicas em diversas pesquisas laboratoriais.

Macela tem demonstrado propriedades antivirais, antibacterianas, antimycoplasmsl e imuno-estimulantes.

Fedegoso demonstrou propriedades antibacterianas contra E. coli, Salmonella, Bacillus, Pseudomonas e Staphylococcus em testes de laboratório e acções antivirais contra a hepatite aguda num estudo humano.

• O Picão tem atividade antimicrobiana contra a pneumonia Klebsiella, Bacillus, Neisseria gonorréia, Pseudo-monas, Staphylococcus, Salmonella e foram relatadas por meio de testes in vitro. Também foi relatado para ter atividade antimicobacteriana para Mycobacterium tuberculosis e M. smegmatis.

Uva ursi foi documentado como tendo propriedades antimicoplasmáticas diversas e contra a Ureaplasma urealyticum e Mycoplasma hominis.


Deve ser tomada em conjunto com o Probiosan®

 

O QUE SÃO OS MICOPLASMAS

Mycoplasma [aportuguesado para micoplasma] é um género de bactérias da família Mycoplasmataceae. Com tamanho menor (cerca de 0,3 microns(0.3* 10{-6}) do que o apresentado normalmente pelas outras bactérias.

A diferença principal entre as bactérias e os micoplasmas é que as bactérias possuem uma parede celular sólida, e por esse motivo uma forma definida (o que facilita a sua identificação ao microscópio), ao passo que os micoplasmas possuem apenas uma membrana flexível, o que se junta ao tamanho reduzido para dificultar a sua identificação, mesmo quando observados sob os mais potentes microscópios electrónicos.

Os primeiros micoplasmas foram detetados em 1898 no Instituto Pasteur, em tecidos de gado com artrite e pleuro-pneumonia. Daí lhes veio o primeiro nome por que foram conhecidos: pleuro-pneumonia-like organisms, ou PPLOs, nome que foi utilizado até aos anos 60. O primeiro micoplasma humano foi isolado em 1932, num abscesso. Desde então descobriram-se muitas estirpes diferentes, que são fundamentalmente específicas da espécie hospedeira (ou pelo menos de grupos específicos de animais: felinos, aves, roedores, homem e símios antropóides, etc.). E descobriram-se ainda estirpes que exibiam um crescimento como micélios, semelhante ao dos fungos, o que levou ao aparecimento da designação "micoplasma".

 Os micoplasmas podem viver dentro de células, sem matar a célula hospedeira, em simbiose-parasita, à semelhança do que fazem alguns vírus e bactérias, mas também podem viver e crescer fora das células, nos fluidos corporais, coisa de que os vírus não são capazes.

 Os micoplasmas são responsáveis por doenças como as inflamações alérgicas, pneumonia atípica e outras doenças, e investiga-se uma possível relação entre estes organismos e certas doenças envolvendo o sistema imunitário, como a diabetes mellitus tipo I ou a esclerose múltipla, entre outras.

Os micoplasma causam respostas inflamatórias nos organismos infetados e criam metabólitos tóxicos, como peróxido de hidrogénio, além de terem sido reportados casos até de aberrações cromossômicas induzidas.

Especies que infectam os humanos.

Estes micoplasmas utilizam o ser humano como anfitrião de base.

M. amphoriforme, M. buccale, M. faucium, M. fermentans, M. genitalium, M. hominis, M. lipophilum, M. orale, M. penetrans, M. pirum, M. pneumoniae, M. primatum, M. salivarium, M. spermatophilum

Os animais têm centenas de variedades próprias de micoplasmas que afectam também os humanos quando em contacto.

Muitos problemas de imunodeficiências ou de manifestações atípicas crónicas são produzidas por micoplasmas e espiroquetas.

 

MICO-PLEX  120 Cápsulas de 700 mg    Preço: 45.18€ .  Portes gratuitos se for  antecipadamente pago por MB ou transferência. À cobrança + 6.00€ - só para Portugal

Encomendas pelo telf:. 21 726 12 09 ou por email:vidarmonia.geral@vidarmonia.pt

  

Preços incluem IVA a taxa legal em vigor - preços podem ser alterados sem aviso prévio. Material sujeito a disponibilidade de stock.