SMS 351 96 049 38 36 | : 351 21 726 12 09

 

CHOLESTO-AKTIV® BIO

CHOLESTO-AKTIV® BIO - 90 Cápsulas

 

CHOLESTO-AKTIV® BIO

Suplemento alimentar com monacolina K de arroz vermelho fermentado e vitamina C da acerola.

Ingredientes: fermentado de arroz vermelho  (71%),  acerola em pó  (8%),  agentes de revestimento: hidroxipropilmetilcelulose.

 Cholesto Active Table Bio 1114

A dosagem recomendada: 2 cápsulas diárias.

Nota: As pessoas que tomam medicamentos para baixar o colesterol, só devem tomar o  CHOLESTO-AKTIV® BIO após consulta médica.

Informações sobre: ​​Monacolina K contribui para a manutenção de níveis normais de colesterol no sangue. Para este efeito, é necessária uma dose diária de 10 mg de monacolina K.

 

CHOLESTO-AKTIV® BIO / 90 cápsulas  

 

O ARROZ VERMELHO E AS SUAS PROPRIEDADES NO COMBATE AO COLESTEROL

O arroz vermelho fermentado, "Monascus purpureus",  é um alimento usado na cozinha tradicional chinesa há milhares de anos, sendo conhecido na Ásia pelas suas propriedades medicinais. Existem vários tipos de arroz vermelho, com composição nutricional distinta. De forma geral, este alimento contém amido, proteína, gordura, incluíndo gorduras monoinsaturadas, esteróis vegetais, isoflavonas, entre outros compostos. Para além da composição nutricional descrita, o arroz vermelho fermentado contém entre 75 e 90% de monacolina K, dependendo do tipo.

 Em 2011, a EFSA - European Food Safety Authority (Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar) - publicou um relatório em que confirma que a monacolina K do arroz vermelho fermentado contribui para a normalização dos níveis sanguíneos de colesterol, especialmente do colesterol LDL.

 Esta conclusão baseia-se na análise de dois ensaios clínicos de dupla ocultação, nos quais se estudou o efeito da monacolina K vs. a utilização de um placebo na redução dos níveis de colesterol LDL e de colesterol total em indivíduos adultos com hipercolesterolémia.  

 O primeiro estudo decorreu em 1999, teve uma duração de 12 semanas e foi realizado em 88 indivíduos com hipercolesterolémia não-medicados. Formaram-se dois grupos: um que foi suplementado com arroz vermelho fermentado, com uma concentração diária de 7,5mg de monacolina K, e outro grupo, ao qual se administrou um placebo.  Verificaram-se diferenças significativas nos níveis de LDL (-22% vs .-3%) e de colesterol total (-16% vs -2%), às 8 e às 12 semanas.

 O segundo estudo, de 2005, teve uma duração de 8 semanas, e também foi realizado em indivíduos com hipercolesterolémia não-medicada. À semelhança do estudo de 1999, dividiram-os os 79 participantes por dois grupos, tendo-se administrado uma dose diária de 11,4 mg de monacolina K num dos grupos, enquanto que no outro grupo se utilizou um placebo. À oitava semana, observou-se uma diminuição do colesterol LDL maior no grupo que tomou o arroz vermelho fermentado, comparativamente ao grupo que tomou o placebo (-26,3% vs -1,4%). A redução do colesterol total foi igualmente superior no grupo que tomou arroz vermelho fermentado, do que no grupo que tomou placebo (-20,4% vs -0,4%).  

O Painel da EFSA responsável por este relatório considerou que, de forma a surtir efeito, a dose diária de monaciclina K tomada deve ser de 10 mg dia.   Além de confirmar a capacidade redutora dos níveis de colesterol LDL e de colesterol total, a EFSA relembra que a monacolina K pura tem efeito reconhecido na inibição da enzima HMG-CoA reductase, que é fundamental na produção endógena de colesterol.   Assim, a recomendação da toma diária de arroz vermelho fermentado, contendo monacolina K, com o objectivo de reduzir os níveis sanguíneos de colesterol LDL e colesterol total, é confirmada pela EFSA, reforçando a evidência científica existente.

 

Encomendas pelo telf:. 21 726 12 09 ou por email:vidarmonia.geral@vidarmonia.pt